Duas mil aves aparecem mortas em praia do litoral do Chile

SANTIAGO - Duas mil aves foram encontradas mortas em um raio de seis quilômtros na cidade de Santo Domingo, na costa central do Chile, um fato que se repetiu em anos anteriores nesta região e que está vinculado à atividade pesqueira. Nós contabilizamos duas mil aves mortas, foi terrível o espetáculo. Encontamos as aves distribuídas em seis quilômetros de praia, declarou José Luis Brito, diretor do Museu de Ciências Naturais e Arqueologia da cidade de San Antonio, 120 km a sudoeste de Santiago. Brito informou que as aves mortas correspondem a quatro espécies diferentes encontradas em uma praia de Santo Domingo. As mais afetadas são a pardela-cinza e também há exemplares mortos de pelicanos, atobás e cormorões, que não apresentavam sinais de intoxicação ou danos no estômago. O cientista explicou que a morte das aves ocorreu quando elas migravam para o norte do papís e, no momento de se alimentar, se lançaram ao mar para caçar anchovas, seu alimento principal, mas ficaram presas em redes de 30 embarcações de pescadores que normalmente trabalham na região. As aves apresentavam luxações e hematomas por terem ficado presas nas redes e depois os corpos foram jogados fora da beira das embarcações pelos pescadores e chegaram à praia, afirmou Brito. Funcionários do estatal Serviço Agrícola e Pecuarista (SAG) informaram que uma das avez foi resgatada com vida e, junto com outras mortas, foi levada para os laboratórios da instituição para determinar a causa exata da catástrofe que afeta gravemente a biodiversidade da região. Da Agência France Presse.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook