CNBB apresentará emenda ao Código Florestal

BRASÍLIA - O cardeal arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB (Confederação Nacional de Bispos do Brasil), dom Raymundo Damasceno, afirmou na quinta (27) que a entidade deve apresentar uma emenda ao texto do novo Código Florestal. O projeto, já aprovado na Câmara, aguarda votação no Senado. A CNBB já havia criticado a anistia aos desmatadores prevista na redação. A confederação vai apresentar uma emenda, com o intuito de proteger, sobretudo, o pequeno agricultor, afirmou dom Raymundo. Ele afirmou também que a entidade ainda estuda o conteúdo da emenda. A afirmação foi feita durante entrevista que divulgou uma nota da CNBB pela reforma política urgente e inadiável no país. De acordo com dom Raymundo, a confederação espera que a reforma política vá além da reforma eleitoral, para que ajude a combater a corrupção e sua abominável impunidade. O cardeal elogiou a presidente Dilma Rousseff, que demitiu seis ministros desde o início do governo -cinco por conta de denúncias de corrupção. A presidente tem se mostrado coerente e clara nesses casos, tomando a atitude correta, mas preservando a inocência do acusado enquanto não se prove o contrário, afirmou. Casamento gay Quanto à decisão recente do STJ (Superior Tribunal de Justiça) -que autorizou o casamento direto entre duas mulheres-, dom Raymundo afirmou que a posição da confederação é a mesma manifestada à época em que o STF (Superior Tribunal Federal) reconheceu a união estável homossexual: uniões homoafetivas não podem ser equiparadas à família. A união homossexual não pode ser equiparadas à família, ao casamento, que é sempre união entre homem e mulher, onde há reciprocidade, complementariedade e uma abertura à vida. A decisão pode ter valor do ponto de vista legal, mas não altera essa questão para nós, afirmou. Por Nádia Guerlenda (Folhapress)

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook