Secretaria desconhece projeto da termelétrica

Publicado em Economia do Jornal do Commercio, em 16.09.2011. O secretário estadual de Meio Ambiente, Sérgio Xavier, desconhece o projeto da térmica Suape III do Grupo Bertin, empreendimento anunciado na última terça-feira, que vai queimar óleo combustível para gerar energia, o que é muito poluente. Para se ter uma ideia, a térmica vai jogar 24 mil toneladas de dióxido de carbono (CO2) no ar, diariamente, enquanto estiver em operação. O gás carbônico contribui para o efeito estufa. A assessoria da Secretaria estadual de Meio Ambiente informou que Sérgio Xavier só vai se pronunciar sobre a Suape III depois que tiver conhecimento sobre o projeto, já que conceitualmente a Secretaria defende que o investimento em térmica deveria ter como combustível o gás natural. O uso do gás natural faz com que a térmica seja menos poluente. O Grupo Bertin concentrou os empreendimentos em Pernambuco porque teria dificuldade para conseguir o licenciamento ambiental em outros Estados, criticou o professor de engenharia elétrica da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Heitor Scalambrini. Ele lembrou que as térmicas não são feitas para operarem ininterruptamente, mas quando a Suape III entrar em operação será muito poluente. Na atual estrutura do setor elétrico, as térmicas só entram em operação quando as outras energias que são produzidas de forma mais barata, como a das hidrelétricas, passam por algum tipo de escassez. Como por exemplo, a pouca quantidade de água nos reservatórios das hidrelétricas. A Suape III vai concentrar cinco térmicas que o Grupo Bertin ia implantar em Alagoas (2), Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará. As cinco unidades venceram o leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2008 e deveriam ficar prontas até janeiro de 2013. A companhia decidiu construir as cinco térmicas num único local e o empreendimento deverá entrar em operação em janeiro de 2013. Ele vai demandar um investimento de R$ 2 bilhões e gerar 500 empregos diretos. A Suape III terá a capacidade gerar 1.452 megawatts (MW), energia suficiente para abastecer todo o Grande Recife. O grupo Bertin já tem uma termelétrica em construção naquele complexo industrial, a Suape II, que deverá entrar em operação em janeiro de 2012 e está com a sua implantação dentro do prazo previsto pela Aneel.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook