Centro condena uso de sonífero

Referência em primatas, centro especializado do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) não recomenda dar tranquilizantes a macacos acuados em árvores sem a colocação de uma rede de proteção embaixo. Quando adormecer, ele fatalmente vai cair e pode morrer ou se ferir gravemente, alerta a veterinária Mônica Montenegro, do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Primatas Brasileiros (CPB-ICMBio), com sede em João Pessoa. O ideal, segundo ela, é utilizar uma armadilha automática com alimentos como milho verde presos na parte interna. O bicho entra para comer e, ao se locomover, aciona o mecanismo de fechamento, descreve. A veterinária, que analisou foto do animal a pedido do, confirma se tratar de um macaco-prego, mas não identificou a espécie. Em cativeiro existem muitos híbridos, o que pode ser o caso, justifica. No mundo, há 12 tipos de macacos-prego, 11 deles com registros para o Brasil. Os macacos-pregos, entre as espécies de primatas mais inteligentes do País, vive em cativeiro até 40 anos. Na natureza esse tempo costuma ser abreviado por causa dos predadores, da caça e da oscilação na oferta de alimento, explica Mônica. Um macho pesa em média 3,5 quilos, enquanto uma fêmea, 2,8 quilos. A gestação dura cinco meses, nascendo apenas um filhote.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook