Visita em prol do Parque do Engenho Uchoa

Ambientalistas aguardam nesta segunda visita do recém-empossado secretário de Meio Ambiente do Recife, Marcelo Rodrigues, ao Engenho Uchoa, unidade de conservação da Zona Oeste do Recife que nunca foi implantada. A concentração para a caminhada será às 9h, em frente à Igreja Católica do Barro. A unidade de conservação, que agrega manguezal e Mata Atlântica, há quase 10 anos é alvo de promessas da Prefeitura do Recife. Na primeira delas, em 2002, o então prefeito João Paulo anunciou, em pleno Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), a desapropriação da área. O decreto de desapropriação expirou sem que a prefeitura indenizasse os proprietários. Resultado: nada saiu do papel. Em 2009, o atual prefeito, João da Costa, desferiu outro golpe na esperança dos moradores do entorno, que há mais de 20 anos lutam pela implantação do parque: desmembrou parte do terreno e cedeu para a iniciativa privada implantar no local uma central de tratamento de lixo. A alegação era de que era uma área degradada. Bem, se a área está degradada, não seria o caso de recompor a vegetação nativa e implantar, de uma vez por todas, esse parque? Este ano, a prefeitura anunciou a implantação de outros 5 parques, entre eles o da Tamarineira, que também exigiu desapropriação. Mas há uma diferença: enquanto a Tamarineira fica na Zona Norte, que concentra bairros de classe média, o Engenho Uchoa está no subúrbio do Recife. Por isso, integrantes do Movimento em Defesa da Mata do Engenho Uchoa, que organizam a visita do secretário nesta segunda, taxam a prefeitura de elitista.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook