Dinossauro bebê trocava as penas ao crescer, indica fóssil

SÃO PAULO - Quem ainda duvida de que as aves modernas não passam de dinossauros de duas patas aguente-se com esta: dois novos fósseis descobertos na China sugerem que, assim como os pintinhos, esses répteis extintos também trocavam as penas na passagem para a idade adulta. Mas os dinos iam além: enquanto as aves fazem a muda apenas uma vez -da penugem para as penas que usarão para voar-, eles tinham um estágio intermediário de troca. Penas de adolescente, por assim dizer. A descoberta foi relatada no periódico Nature pela equipe do caçador de fósseis Xing Xu, da Academia Chinesa de Ciências. Segundo os pesquisadores, ela mostra que a evolução andou brincando um bocado com o design das penas antes de produzir o padrão atual. A primeira geração de penas de voo é completamente diferente, disse Xu à reportagem, em referência ao fóssil juvenil do pequeno dino emplumado Similicaudipteryx descrito por ele e seus colegas. O jovem dino tinha nas mãos (asas) plumas com formato de colher, provavelmente pouco adequadas ao voo. Os pesquisadores ainda não sabem qual era a função dessas penas, mas dizem ter certeza de que se trata da mesma espécie de dinossauro. Um segundo fóssil, adulto, mostra o mesmo padrão de plumas das aves atuais. É uma conclusão esperada, diz Igor Schneider, pesquisador brasileiro da Universidade de Chicago (EUA), estudioso da evolução da forma como os organismos passam de embrião a adulto. As aves modernas evoluíram de dinossauros carnívoros, que usavam as penas provavelmente para regular a temperatura e para atrair parceiros, não para voar. Tanto dinossauros quanto aves usavam os mesmíssimos genes para produzir penas, mas a maneira como eles se ligam e desligam no organismo em desenvolvimento faz toda a diferença no produto final. Aparentemente, parte desse repertório de ativação genética se perdeu na evolução. Segundo Schneider, o advento do voo -algo em que as aves são especialistas, mas os dinossauros não eram muito bons- impôs limites ao tanto que a natureza poderia improvisar. É uma hipótese que pode ser testada, diz. Por Claudio Angelo, da Folhapress. Imagem: Nature.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook