Zoológico de Belo Horizonte proíbe a venda de salgadinhos

BELO HORIZONTE - A partir de 1 de junho, será proibida a venda de salgadinhos industrializados no Jardim Zoológico de Belo Horizonte. A medida foi adotada para preservar a saúde dos 2,3 mil animais abrigados no local. O espaço deve receber uma média de 125 mil visitantes por mês este ano. Segundo a Fundação Zoo-Botânica, responsável pela administração do zoológico, apesar dos vários alertas espalhados na área para que as pessoas não deem alimentos aos animais, alguns visitantes ainda insistem nesta atitude. Segundo a veterinária Maria Elvira Loyola, o aumento na frequência agrava o problema porque é normal que os visitantes gostem de ver os animais comendo. As principais vítimas das guloseimas são primatas, felinos e herbívoros como elefantes e girafas, que interagem mais com os visitantes. Além de problemas como hipertensão e obesidade, segundo Maria Elvira, os animais também correm risco de problemas gástricos e intestinais, já que comem também as embalagens dos produtos, impregnados com aditivos para melhorar o aroma e o sabor. No Jardim Zoológico da capital mineira funcionam 32 quiosques, sendo que nove deles vendem os produtos industrializados. O prazo até o fim deste mês para encerrar as vendas dos salgadinhos, segundo a Fundação Zoo-Botânica, é suficiente para que os comerciantes se desfaçam dos estoques atuais. Por Marcelo Portela (Agência Estado)

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook