Greenpeace comenta nomeação de Palocci

RIO - A história da política nacional sobre mudanças climáticas no Brasil parece uma novela das oito, diz o diretor-executivo do Greenpeace, Marcelo Furtado. Assim, ele resume o processo que levou o governo Lula a assumir metas de redução de emissões de gases-estufa. A polêmica sobre o tema começou pouco antes da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas de Copenhague, a COP-15, em 2009. Herdeiro de um plano elaborado pela ex--ministra do Meio Ambiente Marina Silva, seu sucessor Carlos Minc pressionava o governo para assumir a dianteira nesse debate, comprometendo-se com o corte de emissões de CO2. A posição isolava a pasta do Meio Ambiente dentro do governo e era rejeitada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e o Itamaraty. Para essas duas pastas, o Brasil deveria permanecer na posição que a convenção da ONU esperava dos países em desenvolvimento. Segundo o Protocolo de Kyoto, por serem os maiores responsáveis históricos pelo problema climático, cabe aos países ricos assumirem metas de corte de emissões. Dos emergentes, espera-se que façam esforços para se tornarem economias menos poluentes, desde que isso não atrapalhe seu desenvolvimento. ; A Dilma era contra, mas o Lula acabou decidindo assumir as metas e foi ovacionado em Copenhague ; lembra Furtado. Minc disse que Dilma não se opôs às metas, mas cobrou contas que demonstrassem que as reduções não atrapalharão o crescimento nos níveis que o Ministério da Fazenda previa: cerca de 5% ao ano até 2020. Após Copenhague, o governo incorporou o compromisso assumido internacionalmente: cortar suas emissões de gases-estufa entre 36,1% e 38,9% com relação às emissões projetadas para 2020. A lei foi sancionada em 2009, mas até hoje não foram concluídos planos setoriais que definem como cada setor da economia cortará sua parte. ; A expectativa com a entrada de Palocci no comando da política climática é que haja mais coerência para a gente ver acontecer o que quer: um Brasil com emissões mais baixas, crescendo com uma matriz energética limpa ; diz Furtado.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook