Degelo afeta moradores de áreas montanhosas

SÃO PAULO, SP - Os Alpes europeus e as montanhas do Cáucaso, na fronteira entre a àsia e a Europa, encolheram para a metade de seu tamanho, enquanto na àfrica apenas 8% do maior glaciar do Monte Quênia permanece. Segundo a Mountain Partnership - uma aliança que tem a participação de 50 países, ONGs e empresas que buscam melhorar a vida das pessoas que moram nas montanhas e proteger o ambiente desses locais -, as melhores evidências das mudanças climáticas hoje em andamento vêm das regiões montanhosas. Muitos climatologistas acreditam que as alterações que têm ocorrido em ecossistemas de montanhas fornecem uma visão antecipada do que pode vir a acontecer em ambientes de altitude mais baixa, diz a Mountain Partnership. Além disso, milhões, senão bilhões de pessoas, dependem direta ou indiretamente das montanhas para o armazenamento de água natural que serve para agricultura, indústria e geração de energia em momentos críticos do ano e também para ser bebida pela população. No Peru, por exemplo, 10 milhões de habitantes de Lima dependem de água doce da geleira Quelcaya. O derretimento das geleiras também pode ter consequências trágicas para quem mora perto. No Nepal, um lago glacial transbordou em 1985, enviando uma parede de 15 metros de água morro abaixo, afogando pessoas e destruindo casas. Por Afra Balazina (Agência Estado)

Comentarios (1)Add Comment
...
escrito por JULIANE, abril 12, 2011
VOCÊS FIZERAM UM TRABALHO MUITO BOM MOSTRANDO E FALANDO DA MÃE NATUREZA E SEUS ANTEPASSADOS;(PASSADO) FICOU SHOW DE BOLA MANEIRO MOSTRA O QUANDO VOCÊS SE IMPORTAM COM A NATUREZA CONTINUEM ASSIM VOCÊS VÃO CONSEGUIR BASTANTE!!!!!!!!!!!!!!!!! smilies/cheesy.gif
report abuse
vote down
vote up
Votes: +0

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook