Ipea defende incentivo a quem não desmata

SÃO PAULO - O Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) divulgou dia 24 relatório que defende o uso de incentivos econômicos àqueles que deixarem de desmatar sua propriedade. Segundo o documento, a Lei de Crimes Ambientais, de 1998, deve ser revista, já que as punições a quem causa danos ambientais nem sempre têm sucesso para impedir que eles aconteçam. Entre os motivos citados, está o fato de que criminosos ambientais, via de regra, não oferecem perigo à sociedade. Por isso, não precisam ser recolhidos ao cárcere. O estudo afirma que a lei foi um avanço e não sugere a extinção das sanções ou da necessidade de reparação dos danos, mas uma combinação entre elas e os incentivos econômicos como uma forma mais eficaz de prevenção. Da Folhapress.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook