Estudo indica que sapos podem prever terremoto

Um grupo de cientistas britânicos disse esta semana que descobriu um improvável aliado nos esforços de prever terremotos: os sapos. Os investigadores da Open University disseram ter havido um êxodo maciço de sapos de um criadouro na Itália cinco dias antes de um forte tremor, o que sugere que os anfíbios podem sentir as mudanças ambientais, imperceptíveis para os seres humanos, que antecipam um sismo. Os cientistas estudavam os animais no centro da Itália quando perceberam um forte declínio no número de sapos no local. Dias depois, houve um terremoto de magnitude 6,3 que matou centenas de pessoas e causou grande destruição na cidade de àquila. Segundo as conclusões, parece ser que os sapos são capazes de detectar indícios que antecedem os sismos como a emissão de gases e partículas carregadas e de usá-los como uma forma de sistema de detecção antecipada de terremotos, disse a cientista Rachel Grant. Intrigados com o desaparecimento dos sapos no meio de uma época de frio e gelo, os cientistas rastrearam a população dos animais nos dias seguintes. Descobriram que 96% dos machos - que superam em muito o número de fêmeas em locais de cópula - abandonaram o local, que fica a 74 quilômetros do epicentro do terremoto, cinco dias antes do sismo de 6 de abril de 2009. O número de sapos do local foi reduzido a zero três dias antes do tremor segundo o estudo, publicano no Jornal de Zoologia da Sociedade Zoológica de Londres. Um dia depois do terremoto, todos começaram a regressar, disse Grant, principal autora do estudo. O número era, porém, menor do que o normal e permaneceu baixo até depois do último tremor secundário. Uma possibilidade, acredita ela, é que os animais sintam a mudança da quantidade do gás radônio, emitido pela Terra por causa do acúmulo de pressão antes de um terremoto. Os cientistas também suspeitam que os sapos sejam capazes de detectar tremores menores, imperceptíveis para os seres humanos, ou que sintam sinais elétricos emitidos pelas rochas com a pressão que antecede um terremoto. Grant acrescentou que essa sensibilidade poderia ser resultado de milhões de anos de evolução que permite que os sapos de transfiram para terrenos mais seguros. As informações são da Associated Press. Foto de exemplar de Bufo bufo: Johanner Eisele/AFP

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook