Acordo para proteger biodiversidade prevê 20 metas até 2020

NAGOYA, Japão - Os 193 países-membros da Convenção para a Diversidade Biológica (CBD) adotaram, na sexta-feira (29), em Nagoya (Japão), um plano estratégico, embora juridicamente não vinculante, para a proteção ambiental, que propõe 20 metas até 2020. Os pontos mais concretos do plano são os seguintess: - Eliminação das subvenções nefastas ao meio ambiente Até 2020, as subvenções nefastas para a biodiversidade serão eliminadas, reduzidas progressivamente ou reformadas com a finalidade de reduzir ao mínimo ou de evitar os impactos negativos. - Evitar a superexploração das reservas pesqueiras Até 2020, todas as reservas de peixes, intervebrados e plantas aquáticas serão administradas e coletadas de forma sustentável, legal e aplicando enfoques ecossistêmicos de forma a evitar a superexploração. - Ampliar as áreas protegidas, em terra e no mar Até 2020, 17% das superfícies terrestres e de águas internas (contra 13% atuais) e 10% das zonas marinhas e costeiras (1% atual) serão conservadas, através de administrações ecologicamente representativas e bem relacionadas com áreas protegidas de forma eficaz e sustentável. - Restauração de, pelo menos, 15% dos ecossistemas degradados Até 2020, a capacidade de resiliência dos ecossistemas e a contribuição da diversidade biológica às reservas de carbono serão melhoradas, graças a medidas de conservação e restauração, compreendida a restauração de pelo menos 15% dos ecossistemas degradados, contribuindo assim para a atenuação das mudanças climáticas e a adaptação a elas, bem como na luta contra a desertificação. Da Agência France Presse.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook