Agrotóxico presente em 9 de 12 frutas e verduras analisadas

Publicado em 20.10.2010, no Jornal do Commercio Pela primeira vez, a uva comercializada em Pernambuco apresentou resíduos de agrotóxicos. De cinco amostras analisadas de janeiro a setembro, três (60%) deram resultados insatisfatórios. A fruta havia sido investigada em 2004, 2005 e 2008, sempre com valores negativos. A Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) adianta que já informou os dados aos supermercados que integram o programa de monitoramento e também ao Centro de Abastecimento Alimentar de Pernambuco (Ceasa-PE). Existe termo assinado por esses estabelecimentos com a Apevisa e o Ministério Público. Caso continuem comercializando o produto, estão sujeitos a multas, diz o diretor da agência estadual, Jaime Brito. Os supermercados são o Carrefour, Pão de Açúcar, Bompreço e Makro. Os relatórios, informa Brito, também foram enviados à Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), para que fiscais visitem os locais onde a fruta foi produzida, caso seja no Estado. Segundo a Apevisa, a uva analisada é proveniente do Chile, São Paulo e do Vale do São Francisco, em Petrolina. A de Petrolina, do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, é a uva thompson, aquela verde e sem semente, detalha. A fruta tinha índices de agrotóxicos acima do permitido, mas com comercialização permitida no Brasil. Já o produto de fornecedores do Chile e de São Paulo apresentava substâncias banidas no País: ciprodinil e clorpirifós. Nesse caso, o Programa de Análise de Resíduo de Agrotóxico em Alimentos (Para) comunica o fato à Polícia Federal. Além da uva, outras oito culturas mostraram resultados insatisfatórios. Essa é a classificação para vegetais com níveis de agrotóxicos acima do permitido ou com resíduos de produtos proibidos. Ao todo, a Apevisa encaminhou para a análise, que é paga pelos supermercados, amostras de 12 culturas: abacaxi, alface, banana, cebola, cenoura, couve-flor, mamão, morango, pimentão, repolho, tomate e uva. Apenas nas de banana, cebola e cenoura se verificou resultados satisfatórios. O pimentão continua sendo o vilão, com 68% das amostras insatisfatórias. Em segundo lugar, no relatório parcial deste ano, vem a uva (60%), em terceiro a alface (37,5%), em quarto o morango (30%), em quinto a couve-flor (23,08), em sexto o abacaxi e repolho (14,09%), em sétimo o mamão (12,5%) e em último o tomate (6,67%).

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook