Família sueca vivia com 191 gatos

ESTOCOLMO - Quase duzentos gatos, em meio a um concerto ensurdecedor de miados e um cheiro terrível! Foi dessa forma que o serviço veterinário sueco encontrou a casa de uma estranha família nas proximidades de Estocolmo, reportou nesta terça-feira o diário Aftonbladet. A família de quatro pessoas, uma mulher de 60 anos, sua mãe, a irmã e seu filho, vivia com 191 gatos em Botkyrka, a 25 km ao sudoeste de Estocolmo. Havia um fedor terrível de amoníaco que deixava o ar irrespirável, explicou ao jornal Marie Lundin, uma veterinária dos serviços sociais da cidade. Os serviços sociais descreveram as condições como indignas, com corpos de gatos ao sol, outros doentes ou machucados e caixas de areias cheias de excrementos. Apenas 18 gatos estavam em condições de serem transferidos para um abrigo especializado. Os outros 173 tiveram que ser sacrificados. A lei sueca proíbe a posse de mais de nove gatos. Essas pessoas amam muito os animais e têm bom coração. Elas pensam que podem cuidar de todos, mas não estamos de acordo, explicou ao Aftonbladet, Karina Burlin dos serviços sociais da capital sueca. O jornal publicou relatados anteriores de promiscuidade com animais, como o caso da senhora que vivia até 2007 com 11 cisnes em seu pequeno apartamento em Estocolmo, ou ainda o do homem que tinha 21 cães em um apartamento de três cômodos em Gävle, na centro da Suécia. Da Agência France Presse.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook