Ibama lança ofensiva nos principais portos do país

SÃO PAULO - Uma dias após quatro agentes do escritório do Ibama em São Paulo embargarem e multarem o porto de Santos, o maior do país, o presidente da agência ambiental federal determinou, nesta quinta, o fechamento do porto de Paranaguá e Antonina - o segundo mais importante do país. Em relação ao primeiro, o Ibama nacional suspendeu a multa de R$ 10 milhões e a determinação de suspensão das operações no cais santista apenas três horas após a notificação ter sido entregue à Codesp. Nesse caso, o Ibama de Brasília determinou uma sindicância para saber quais as motivações que levaram os agentes a ignorar o processo de licenciamento pelo qual passa o porto de Santos e aplicar a punição. A situação é mais grave no porto de Paranaguá. O próprio presidente do Ibama, Abelardo Azevedo, determinou o fechamento do porto. A decisão foi tomada devido à falta de compromisso da administração em buscar o licenciamento ambiental do complexo portuário. Ao contrário do porto de Santos, administrado por uma empresa vinculada à Secretaria Especial de Portos, o porto paranaense é administrado pela Appa (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina), ligada ao governo do Estado do Paraná. Hoje, alguns terminais (como o de contêineres, o da Petrobrás e outros) recorreram à Justiça e obtiveram liminares para manter a operação. Segundo a administração do porto, a operação de 13 navios foi afetada em decorrência do embargo determinado pelo Ibama. Por Agnaldo Brito, Folhapress. Nota do blog: a última vez que o Ibama esteve em Suape,

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

busy

Curta nossa página no Facebook